21 de maio de 2017

Uma Sombra Na Escuridão - Robert Bryndza - Detetive Erika Foster # 2


Do mesmo autor de A Garota No Gelo. A Detetive Erika Foster tem agora um desafio aterrorizante. “A sombra saiu da escuridão e subiu as escadas silenciosamente. Para observar. Para aguardar. Para colocar em prática o que há tanto tempo planejava.” Em uma noite de verão, a Detetive Erika Foster é convocada para trabalhar em uma cena de homicídio. A vítima: um médico encontrado sufocado na cama. Seus pulsos estão presos e através de um saco plástico transparente amarrado firmemente sobre sua cabeça é possível ver seus olhos arregalados. Poucos dias depois, outro cadáver é encontrado, assassinado exatamente nas mesmas circunstâncias. As vítimas são sempre homens solteiros, bem-sucedidos e, pelo que tudo indica, há algo misterioso em suas vidas. Mas, afinal, qual é o segredo desses homens? Qual é a ligação entre as vítimas e o assassino? Erika e sua equipe se aprofundam na investigação e descobrem um serial killer calculista que persegue seus alvos até achar o momento certo para atacá-los. Agora, Erika Foster fará de tudo para deter aquela sombra e evitar mais vítimas, mesmo que isso signifique arriscar sua carreira e também sua própria vida.

RESENHA:
21/05/2017

Robert Bryndza sem dúvida veio para ficar. Em se tratando de thriller policial, posso afirmar que ele não tem desapontado.
Eu já havia gostado muito de A garota no Gelo, mas esse segundo livro me cativou ainda mais e certamente irei acompanhar suas futuras publicações.

Nesse thriller a detetive Erika Foster e seus parceiros Moss e Peterson estão diante de um assassino cruel chamado de "A Sombra". Ele dopa suas vítimas e as sufoca até a morte.
Após alguns dias quando outra vítima é encontrada nas mesmas circunstâncias, a equipe sabe que se trata de um serial killer mas não há absolutamente nada que ligue uma à outra. As vítimas não têm nada em comum e nenhuma ligação.
A Sombra é extremamente cautelosa e não deixa a menor pista. Seus métodos são frios e eficazes, ela estuda suas vítimas com muita antecedência para que não haja erros.

As pistas são mínimas até que um outro assassinato acontece, o que faz com que o chefe tome outras medidas mudando o curso de toda investigação.
Nesse ponto achei algumas semelhanças com o livro anterior. Pelo visto o chefe dela não mudou em nada suas atitudes. Também, o tratamento profissional dado à detetive Foster é o mesmo, o que me fez novamente sentir raiva.
Porém o interessante é que podemos perceber como a detetive ainda precisa amadurecer como profissional, não que ela deixe à desejar, muito pelo contrário, ela está sempre à frente dos outros, mas sua dificuldade em obedecer regras acaba colocando-a sempre em situações difíceis.
Creio que com os próximos livros ela venha trabalhar mais esse lado impulsivo.

O autor escreve com muita fluidez e não se atenta à detalhes desnecessários durante a trama, o que faz com que a leitura seja rápida e satisfatória.
A quantidade de acontecimentos que envolvem a estória colaboram para um enredo cativante e envolvente.
O diferencial dessa estória é que logo na metade somos apresentados ao assassino. Confesso que fiquei receosa em perder o interesse pela leitura, mas o autor conduziu o desenrolar de forma espetacular e ao conhecermos ele, podemos acompanhar de perto o comportamento do assassino e seu modo de agir.
Fiquei muito ansiosa para saber como a detetive ia chegar até à Sombra com tão poucas pistas.

Eu só fiquei com uma dúvida e pelo jeito ela é só minha: Ainda não entendi como A Sombra encontrou sua última vítima. Quando você ler a estória, vai saber à que me refiro. Achei que faltou uma explicação nesse ponto. 
Enfim, o livro é excelente, os personagens são bem desenvolvidos, os capítulos são curtos e te impulsionam a ler cada vez mais.

Uma sombra na escuridão é sem dúvida leitura obrigatória para os amantes do gênero. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário