F

19 de março de 2015

Até Você Ser Minha - Samantha Hayes


A assistente social Claudia Morgan-Brown está prestes a realizar o sonho de sua vida: vai dar à luz uma menininha. Apesar da ausência do marido ao longo da gravidez – James é oficial da Marinha e fica semanas e até meses longe de casa –, ela mal pode esperar para segurar seu bebê nos braços após várias tentativas e perdas.

Porém, as diversas tarefas de Claudia, além da responsabilidade de cuidar dos gêmeos Oscar e Noah, filhos do primeiro casamento de James, deixam o casal preocupado. A próxima partida de James se aproxima, e eles decidem contratar uma babá.

Zoe Harper quer muito o emprego. Com as melhores recomendações, ela conquista os gêmeos e se muda para o lar do casal. Mas Claudia logo percebe que a mulher tem outros motivos para se aproximar da família.

As suspeitas de Claudia se transformam em verdadeiro terror quando começa a ocorrer uma série de ataques brutais a mulheres grávidas na cidade. Imersos em problemas familiares, os investigadores Lorraine Fisher e Adam Scott são forçados a deixar suas questões de lado e correr contra o tempo para encontrar o assassino antes que ele cometa mais um crime.

Uma narrativa repleta de reviravoltas, Até você ser minha traz os desejos humanos mais intensos e mostra quão longe alguém pode chegar para conseguir o que quer.

RESENHA:
19/03/2015

Nem sei como começar a falar desse livro, depois que terminei (quase 1 da manhã) ainda fiquei um tempo pensando nele, absorvendo o desfecho e associando o final com tudo que li. 
Achei surpreendente!
Eu simplesmente adorei. Só não terminei mais cedo por falta de tempo, porque ele te prende demais.
Os diálogos fluem rapidamente, sem enrolação; os personagens são bem construídos e intensos.
Cada parágrafo é um narrador diferente: Cláudia, Zoe e a detetive Lorraine. 
Cláudia está grávida e é madrasta de 2 garotinhos gêmeos de 5 anos. 
Seu marido James é da marinha e passa meses dentro de um submarino em missões secretas, então ela passa a maior parte do tempo sozinha.
Depois de muitos abortos espontâneos, ela finalmente está prestes a realizar o sonho de ser mãe e está à procura de uma babá pois não quer deixar de trabalhar após o nascimento. Ela é assistente social e sua função é saber se as crianças estão em um lar saudável, se estão sendo bem tratadas e em caso negativo, são retiradas e levadas à adoção. Também faz acompanhamento de grávidas que são usuárias de drogas e cuidar que o bebê tenha um lar adequado após o nascimento.
Zoe vai trabalhar como babá da Cláudia e durante o livro ela esconde um segredo. Cláudia não consegue confiar totalmente em Zoe, apesar dela ser ótima principalmente com as crianças, acha que ela esconde alguma coisa.
Lorraine, junto com o marido Adam, investiga o caso das grávidas que estão sendo atacadas e tendo seus bebês mortos. 
A detetive tem que lidar também com a angústia de ter sido traída pelo marido e trabalhar com ele todos os dias.
Quando os detetives começam a chegar perto do culpado são obrigados a deixar seus problemas pessoais de lado e correr contra o tempo.
Gostei dessa narrativa de cada um dos personagens principais, cada um com sua estória, num ritmo diferente, não deixa o livro cansativo. Tem passagens tensas, que você se pega na expectativa de que algo vai acontecer. E o final é ótimo. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário