F

15 de setembro de 2015

Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn - Os Bridgertons - Livro 3


Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.


RESENHA:
15/09/2015

Julia Quinn vem me viciando cada vez mais, a cada livro que leio.
Estou amando essa série e as estórias não estão perdendo o fôlego.
Essa é uma versão de Cinderela, só que essa não perde o sapatinho mas sim a luva :-)
Sophie é uma mocinha sofrida que só leva pancada da vida. Não tem boca pra nada e isso me dava vontade de chacoalhar ela pra ver se acordava.
Foi deixada na porta na casa do pai, o Conde Penwood quando era uma criancinha e foi tratada como pupila dele. Apesar de todos saberem que era uma filha bastarda, inclusive os empregados, nunca isso foi mencionado. 
Ela o vê algumas vezes por ano e foi criada por empregados e tutores e apesar de não faltar nada pra ela, faltava a família.
Quando o conde se casou e levou a atual esposa para morar junto com Sophie, sua vida mudou... pra pior. A madrasta logo deixou claro que não a aceitava e que nunca se aproximasse dela ou de suas filhas. Lá se foi a esperança de Sophie enfim viver em família.
Quando o conde morreu sua vida virou um verdadeiro inferno. De enteada indesejada ela passou a ser criada pessoal da madrasta e das filhas dela. Desde limpar pratarias, polir sapatos até costurar roupas.
Sua única alegria foi entrar escondida no baile de máscaras de Lady Bridgerton, onde ela conheceu o grande amor da sua vida.
Mas a convivência com Benedict só viria depois de 3 anos e mesmo sem reconhecê-la, ela ainda nutria uma grande paixão por ele.
Benedict está longe de se parecer com o irmão Anthony, na minha humilde opinião. Achei que ele força a situação muitas vezes e se comporta de uma maneira mimada. 
E confesso que esperei o livro todo para vê-la se vingando da madrasta insuportável.
O livro é lindo, segue no mesmo patamar dos 2 primeiros sem perder a força que às vezes acontece numa sequência.
E me parece que agora que a cronista Lady Whistledown vai sair da toca?? Será?
E que venha o Colin!!!!

Outros livros da série:

O Duque e Eu - Livro 1 (Simon Basset e Daphne Bridgerton)
O Visconde que me amava - Livro 2 (Anthony Bridgerton e Kate Sheffield)
Um perfeito cavalheiro - Livro 3 (Benedict Bridgerton e Sophie Becket)
Os Segredos de Colin Bridgerton - Livro 4 (Colin Bridgerton e Penelope Featherington)
Para Sir Phillip, Com Amor - Livro 5 ( Sr. Phillip e Eloise Bridgerton)
O Conde Enfeitiçado - Livro 6 (Michael Stirling e Francesca Bridgerton)
Um Beijo Inesquecível  - Livro 7 (Gareth St. Clair  Hyacinth Bridgerton) *Lançamento em 2016*
À Caminho do Altar  - Livro 8 (Gregory Bridgerton e Lucinda Abernathy) *Lançamento 2016*

Nenhum comentário:

Postar um comentário