F

22 de fevereiro de 2016

Identidade Roubada - Chevy Stevens


Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O’Sullivan. A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado. Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel. Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando. Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas.

RESENHA:
22/02/2016

Mais um pra lista de favoritos!

Estou tendo muita sorte com trillers! Depois de A Garota no trem e o Canto das Sereias, esse não deixou a desejar.
Eu simplesmente amei esse livro. Ele realmente me pegou, não conseguia parar de ler!
Achei a capa dele bem ruinzinha e quando o vi não dei atenção, e também porque imaginei que seria maçante um livro todo com a moça presa numa cabana, mas acabei pegando pra ler por causa da quantidade de estrelinhas no Skoob. 
Sem ler resenhas sobre ele, encarei a leitura. E dei sorte!

Anne é uma moça solteira, com um namorado, uma bela casa e um bom emprego. Até que um dia um suposto cliente a sequestra e durante um ano ela sofre todos os tipos de agressões e humilhações possíveis.
É tenso - muito tenso - , forte e dramático!

A autora escreve de maneira genial. Conseguiu passar toda a emoção da personagem, você sente pena, aflição, ódio do maníaco e fica ansiosa pelo momento que ela vai conseguir escapar dele, sem contar que fiquei imaginando o tempo todo como ela iria conseguir esse feito.

A estória é narrada em primeira pessoa, desde o dia que ela foi sequestrada. Mas a narrativa não fica só na cabana como eu imaginei e sim muda para os dias atuais, nos encontros com a terapeuta, onde ela conta tudo o que passou. Também vai explicar muitas situações que ela viveu na infância, problemas familiares, perdas de entes queridos...

Fiquei impressionada com o que ela passou e ainda bem que não li resenhas por que teve gente que contou o que acontece com ela na cabana e se eu tivesse lido, teria acabado com a graça.

- Quem é esse maníaco?
- Por que ela foi escolhida?

- O que ele pretende fazer?
- Ela seria a primeira vítima dele?

Não vou me estender mais, afinal não dá pra falar muito dele sem tirar a graça da leitura, então só digo que se você gosta de suspense psicológico, você deve ler esse livro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário